Das minhas folhas verdes te reconecto com a terra

PATCHOULI

O Patchouli, da espécie Pogostemon cablin, é o “poderoso óleo de folha verde”. Nos anos 1960 e 1970 foi adotado pelo movimento hippie como símbolo de liberdade. O seu aroma único nos encanta no uso em um perfume que nos conecta com a terra. Suas propriedades terapêuticas vão desde efeitos regenerativos, purificantes e tônicos de pele a um tônico vascular, auxiliando nos tratamentos de varizes.

Nomenclatura Botânica: Pogostemon cablin
Família Botânica: Lamiaceae
Origem: Indonésia
Odor: único, distinto, complexo. O Patchouli ostenta um aroma com notas terrosas, balsâmicas e amadeiradas, mas também notas de âmbar e baunilha.
Principais Componentes: Patchoulol, Alfa-bulneseno e alfa-guaiene
Combina bem com: Laranja Doce, Lavanda Bulgária e Capim Limão.
Extração: Destilação a vapor das folhas

Detalhes do produto:

A sua composição química principalmente de sesquiterpenos e sesquiterpenóis explica o porquê deste óleo ser relativamente “pesado” e denso em sua textura, uma característica que ninguém espera de um óleo de “folha verde”. E essa característica que lhe confere a posição de ser um fixador natural de perfumes, habilidade de desacelerar ou reter a evaporação de outros óleos essenciais nas combinações de perfume, fazendo seus aromas se manterem por um maior período de tempo.
A fragrância do óleo essencial melhora progressivamente com o tempo, originando uma qualidade de aroma mais “arredondado”.

Ação terapêutica:
Descongestionante venoso e linfático, auxiliando assim em tratamentos de varizes, pernas pesadas e edemas;
Regenerador, hidratante e umectante sobre rachaduras nos pés, mãos e escamações;
Possui propriedade flebotômica, protegendo assim a formação de novas varizes, ajuda a eliminar toxinas alojadas no sistema linfático, melhora a circulação venosa e fortalece os vasos;
Para cabelos, é indicado para conferir brilho, maciez e trata escamações no couro cabeludo;
Nos pés, ajuda a recompor o tecido e trata os ressecamentos, as rachaduras e frieiras, devolvendo aos pés um aspecto de saúde, maciez e integridade;
Possui propriedades anti-inflamatórias, indicado em casos de artrite e gota.

Cuidados da pele:
É um ótimo cicatrizante, indicado para dermatites inflamatórias, alérgicas tais, acne eczemas, psoríase, rachaduras;
Tonico para peles envelhecidas e que estiverem sofrendo com os efeitos da menopausa e do estresse, ajudando na hidratação, melhorando o aspecto, doando vitalidade, e atenuando as rugas pela umectação do tecido. Ao longo do tratamento, homogeneíza a pele, conferindo-lhe um aspecto saudável e uniforme;
Elimina rachaduras em pele seca e envelhecida, principalmente nos pés, joelhos e cotovelos.

Aspectos emocionais:
Seu aroma exótico, estimula a sedução. Transforma o ambiente, tornando as vivências mais profundas e marcantes;
Balanceador de humor e antidepressivo, indicado para períodos de atividade mental extrema, sobrecarga de trabalho;
Permite a superação dos sentimentos de tristeza ou perda, eleva as emoções, supera as decepções e alivia as tensões acumuladas.

Aspectos vibracionais:
Alinha o físico, o emocional e o mental, deixando uma sensação de liberdade;
Traz aterramento, nos reconectando com a terra e acendendo o desejo de estar “aqui” e apreciar o mundo de uma forma mais equilibrada;
Bom ajudante para ancorar a mente durante e após a meditação.

Dicas:

Para uma note memorável, coloque no seu difusor de ambiente o óleo essencial de Patchouli combinado com o de Laranja Doce;
Prepare um óleo de massagem com o óleo essencial de Patchouli para os dias que a s pernas estão cansadas;
Dilua 2 gotas de óleo essencial em 10 ml de óleo vegetal de jojoba para tratar escamações no couro cabeludo. Fazer massagem no couro cabeludo seco com 5 gotas da formulação por cinco minutos. Deixar agir por dez minutos (sem aquecer). Em seguida, lave os cabelos normalmente com shampoo, de preferência linha vegetal. Este procedimento é recomendado 1x por semana.
Em um frasco de vidro âmbar tipo roll-on, combine 2 gotas de óleo essencial de Patchouli, 2 gotas de óleo essencial de Laranja Doce e 2 gotas de óleo essencial de Lavanda Bulgária em 10 ml de álcool de cereais. Agite e use (após 24 horas) nos pulsos como seu perfume natural.

Curiosidades:

O nome patchouli deriva da língua tâmil (sul da Índia), patchai significa “verde” e ellai denota “folha”. E é esse seu maior segredo, a planta fresca não possui cheiro.
As folhas verdes precisam ser fermentadas para que seja revelada o seu aroma através das moléculas precursoras de patchoulol e depogostol. Depois da destilação, o óleo essencial de Pacthouli se torna uma matéria prima cara e luxuosa, utilizada como nota de fundo em perfumes tanto masculinos quanto femininos.
Na perfumaria o Patchouli é conhecido pelas suas notas áridas, empoeiradas, quentes, amadeiradas secas, terrosas e as vezes agudas, frescas e verdes. O Patchouli percorre toda a escala dos aromas, encontrando lugar em todas as partes do perfume, persistindo no aroma até o fim.

Medidas de segurança

Se usado em doses fisiológicas e terapêuticas adequadas:
Toxicidade: não há referências encontradas na literatura pesquisada
Contraindicações: Desaconselhável para o uso durante a gestação.
Precauções: Manter fora do alcance de crianças e animais. Não ingerir. Não usar puro sobre a pele. Em caso de contato com os olhos e/ou mucosas lave com água em abundância. Em caso de irritação ou ingestão, suspender imediatamente o uso e procurar um médico, levando o rotulo do produto. Manter em local fresco, seco e longe da luz. Uso externo.

Principais Referências:
Atenção

Tisserand, Robert and Rodney Young. Essential Oil Safety, 2nd ed., Churchill Livingstone Elsevier, 2014;
Baudoux, Dominique. O Grande Manual da Aromaterapia, 1 Ed., Editora Laszlo, 2019.

Os óleos essenciais são substâncias concentradas. A superdosagem pode causar dermatites e intoxicação.
A Zoe Bem Estar e Paula Siquara não se responsabilizam pelo uso indevido dos produtos aqui apresentados.
Na dúvida, siga a orientação de um Aromaterapeuta.
As informações contidas neste guia são baseadas em referências bibliográficas. Não devem substituir a avaliação médica e não tem a finalidade de recomendar tratamento.

PAULA SIQUARA

SOBRE A AUTORA

Paula Siquara é Mestre em Engenharia da Ciência dos Materiais pela UFRJ, Aromaterapeuta e Psicoterapeuta com formação no Brasil e na França. Com a Aromaterapia se encontrou podendo unir todo o seu conhecimento científico com as riquezas que nos são oferecidas pela natureza através dos Óleos Essenciais. Autora do Curso Aromas com Você que tem como objetivo multiplicar a sua paixão pelos Óleos Essenciais com conteúdo de qualidade e segurança, além é claro, com o respeito que a Aromaterapia merece! E aceitou o convite da Zoe para divulgar os conceitos de bem estar e saúde, aliados aos Óleos Essenciais.